sábado, 14 de junho de 2008

Tireóide e gravidez

Esses textos foram tirados do site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, com perguntas e respostas sobre doenças da tireóide na gravidez. Veja mais no post Tireóide e gravidez - Hipo e hipertireoidismo .

Hipertireoidismo1. Qual a relação da gravidez com o hipertireoidismo?
Resposta: O hipertireoidismo não tratado pode impedir a ovulação, causar alterações no feto ou mesmo o abortamento. As pacientes hipertireoideas grávidas devem ter o acompanhamento de um endocrinologista.

2. Tenho hipertireoidismo e gostaria de saber se passando para hipotireoidismo, corre risco de não ter filhos?
Resposta: A disfunção da tireóide deve ser tratada. Com a normalização da função tireoidiana não haverá problemas para engravidar.

3. Qual o tratamento indicado para hipertireoidismo antes e durante a gravidez?
Resposta: O ideal seria que o hipertireoidismo estivesse resolvido antes que a gravidez fosse desejada. Entretanto, se isto não for possível, ou se a gravidez acontecer, a gestante deverá usar o mínimo de drogas antitireodianas possível, devido à passagem placentária das mesmas. A gestante deverá ter um acompanhamento freqüente com o endocrinologista.

4. É verdade que mães com hipertireoidismo não tratado durante a gestação, podem ter filhos com problemas mentais? Por que isso acontece?
Resposta: Não existem evidências que o hipertireodismo materno afete o desenvolvimento mental de seus filhos. O mesmo não se pode dizer quanto ao hipotireoidismo materno, pois existe uma série de estudos que apontam que filhos de mães hipotireoidianas podem ter problemas cognitivos e até redução de QI.

Hipotireoidismo
1. De que maneira o hipotireoidismo afeta a fertilidade da mulher?
Resposta: Existe uma interação importante entre os hormônios tireoidianos (HT) e os ovários. Assim, receptores tireoidianos, que são estruturas através das quais os HT atuam, são expressos nos oócitos e células da granulosa do ovário. Os HT sinergizam com FSH (hormônio hipofisário que estimula o ovário) para exercer efeitos estimulatórios diretos nas células da granulosa incluindo diferenciação morfológica. Estudos experimentais mostram que o T4 (hormônio da tireóide) é necessário para taxas máximas de fertilizações e desenvolvimento do óvulo fecundado.

2. Quais os cuidados necessários durante a gravidez, nos casos de mãe com hipotireoidismo?
Resposta: Durante a gravidez, as mulheres portadoras de hipotireoidismo devem ter a sua dose diária de T4 aumentada. Não é bom para o desenvolvimento do bebê se o T4 estiver baixo. Além disto, as mulheres com hipotireoidismo podem ter dificuldade de engravidar e tem maior risco de abortamento.

3. Em mulheres que engravidam durante o tratamento de hipotireoidismo a dosagem do hormônio pode prejudicar o bebê?
Resposta: O ideal é que a mulher hipotireoidiana tenha a gravidez planejada e engravidem com concentrações normais de T4 no sangue. Entretanto, assim que souberem da gravidez devem procurar o seu endocrinologista, o qual, possivelmente, terá que ajustar a dose da medicação. O hipotireoidismo bem controlado não trará qualquer prejuízo ao feto.

4. A mulher que está amamentando pode continuar fazendo sua reposição de hormônios da tireóide sem causar danos ao bebê? Existe algum medicamento específico neste caso?
Resposta: A mulher hipotireoidiana poderá amamentar o bebê sem qualquer problema, mas deverá ajustar a dosagem da medicação, de acordo com as recomendações médicas.

Hipertireoidismo Congênito (no Recém-Nascido)1. O que a mulher hipertireoidiana pode fazer durante a gravidez para evitar o hipertireoidismo no recém-nascido?
Resposta: O hipertireoidismo no recém-nascido não é comum, documentando-se incidência menor que 1% nas crianças nascidas de mães hipertireoidianas. É causado pela transferência pela mãe de anticorpos estimuladores da tireóide. Quando a mãe é tratada com drogas antitireoidianas o feto se beneficia do tratamento materno e permanece eutireoidiano durante a gestação. Entretanto, o efeito protetor da droga é perdido após o parto e o hipertireoidismo clínico poderá se desenvolver poucos dias após o parto, podendo requerer tratamento com drogas antitireoidianas. Altos títulos de anticorpos estimuladores identificados no terceiro trimestre da gestação são preditores de hipertireoidismo neonatal.

2. Existe algum risco de uma mulher sem problemas na tireóide ter um filho com hipertireoidismo?
Resposta: Existe o hipertireodismo congênito decorrente de alterações no gene que expressa o receptor de TSH (hormônio que estimula a tireóide), mas é uma condição clínica muito rara.

Nódulo Tireoideano1. “Durante a gestação eu tive um aumento de peso em torno de 40 kg, e no final dela foi descoberto um nódulo no meu pescoço. Cheguei a fazer a biopsia, mas só agora vou começar a fazer o tratamento, pois estava amamentando e eu estou com a doença de Plummer. Eu gostaria de saber se esse aumento de peso pode ter sido decorrente do desarranjo hormonal ou não teria nenhuma ligação?"
Resposta: A doença de Plummer é um nódulo tireoidiano único e hiperfuncionante, que geralmente causa hipertireoidismo. O hipertireoidismo causa perda de peso e não ganho. Assim, creio que o seu ganho de peso não esteja relacionado ao desenvolvimento da doença tireoidiana.

Fonte: Respostas do Departamento de Tireóide

38 comentários:

Juliana Novellino disse...

Lu,

gostei do texto, foi bem explicativo e tranquilizador. Tenho certeza que se não fosse o hipotiroidismo eu arrumaria outra coisa para me preocupar na gravidez. Tenho acompanhado mensalmente a dosagem do T4 com a endocrino e estamos ajustando a quantidade de medição.

Muitos beijos e parabéns pelos blogs, todos ótimos.

Ju e Marina

Pat Jq disse...

Tenho hipotireoidismo e pretendo engravidar. Isso causa muitas preocupações. As informações me deixaram mais tranquila.
Parabéns pelo blog e boa sorte à Juliana.

Luciana Novellino Pereira disse...

Pat Jq,
Pode ficar mesmo tranquila, porque se você acompanhar com um endocrinologista durante toda a gestação, não terá problemas. O importante é fazer dosagens dos hormônios e ir ajustando a dose da medicação conforme necessário. A gestação da Juliana foi perfeita. Muitas mulheres tem hipotireoidismo e tem filhos sem problema.
Obrigada por acompanhar meu blog!
Abs,
Luciana.

Victoria's Secret - F@f@ disse...

Ola Luciana

Meu nome e' Fabricia e estou gravida de 8 meses, antes de engravidar ja havia diagnosticado um certo inchaco na glandula tireoide, procurei um endocrino, fiz o exame de sangue e tambem a biopsia, os resultados foram negativos a qualquer problema segundo o medico, mesmo tendo a glandula tao elevada, nao me foi passado nenhum tratamento ou medicacao.
Eu moro nos Estados Unidos Fl e tenho uma amiga que mora no Brasil com o mesmo problema, ela foi submetida a um tratamento a base de medicamento e o que nao compreendi e porque aqui nao me submeteram a este tratamento, cheguei ate mesmo a procurar outros medicos para segundas opnioes e as mesmas me foram passadas. O inchaco na glandula me parece maior e muitas vezes sinto um certo desconforto, ate mesmo para respirar, um calor insuportavel, insonias quase todas as noites, e hoje o que mais me deixou preocupada foi uma estranha distorcao na visao.
Minha pergunta e', ja que nao estou sendo submetida a nenhum tratamento, e caso este fosse nescessario, ate que ponto isso poderia ser prejudicial para meu bebe ou ate para mim mesma, ja que os hormonios tendem a modificar muito durante a gestacao?

Obrigada desde ja
Fabricia Pierre

Luciana Novellino Pereira disse...

Fabricia,
Primeiro de tudo, você está sendo acompanhada por um obstetra? Acho que deve conversar com ele, mostrar seus exames, para ele te esclarecer oq ue está acontecendo. Já te adianto que algumas doenças da tireóide começam com um aumento da glândula, e depois evoluem para um hiper ou hipotireoidismo. De qualquer forma, a redução ou o aumento dos hormônios aparecem no exame com certeza. Você disse que seus exames de sangue foram normais... seu médico a orientou a retornar ao consultório e fazer um seguimento? Porque isso é muito importante! Diga essas dúvidas ao endócrino, não tenha receio.
Espero que tenha ajudado.
Luciana Novellino Pereira.

Daniela disse...

Estou com 29 semanas e meu bb está com baixo peso, tenho hipotireoidismo e a dosagem da mediçao foi aumentada pela endocrino, em nova ultrasom permanece o baixo peso e a obstetra reduziu a dosagem do hormônio. Com o bb está tudo bem, exceto o baixo peso, até eco cardiograma foi realizado.
O que deve ser feito p/ reverter essa situação de baixo peso?
Grata!

Luciana Novellino Pereira disse...

Daniela,
A questão do baixo peso não significa necessariamente um problema, mas sim uma situação que deve ser acompanhada pelo seu obstetra e endocrino, como já está sendo, pelo que você disse. Você deve conversar com os médicos que estão te assistindo para tirar suas dúvidas, pois eles são as pessoas mais habilitadas nesse momento para te dar uma avaliação precisa. Espero que tudo dê certo!

Flavia disse...

oi, adorei ter encontrado seu blog pois estou cheio de duvidas...peguei o resultado do exame de sangue hj e estou gravida, mas ja faço tratamento e reposição hormonal ha 10 anos (hipotireoidismo. Tomo diariamente o puran t4 100mcg, sera que devo aumentar a dosagem por conta propria? ja que consegui marcar endocrino so daqui ha 20 dias, e ate la vou estar de 8 semanas, por favor, o que devo fazer?

Luciana Novellino Pereira disse...

Flavia,
Parabéns! Que notícia boa! Sobre o hipotireoidismo, tem estado controlado? Qual foi a última vez que fez a dosagem, e quanto estava o TSH e o T4l? Não aumente por conta própria, pois se os hormônios estiverem controlados você pode alterá-los.

natalia disse...

NATALIA, NA MINHA FAMILIA HA MUITOS CASOS DE TIREÓIDE, HÁ RISCO QUE EU TAMBEM TENHA TIREÓIDE, POIS QUERO ENGRAVIDAR.

Anônimo disse...

OLÁ EU TENHO HIPERTIROIDISMO E QUERO MUITO ENGRAVIDAR QUAIS SÃO AS MINHAS CHANCES DE ENGRAVIDAR MESMO NÃO FAZENDO O TRATAMENTO??

Luciana Novellino Pereira disse...

O hipertireoidismo deve ser tratado para que você possa engravidar sem problemas, e para que sua gestação evolua bem. É bom lembrar que o hipertireoidismo não tratado gera perda de massa óssea na mulher, e ainda arritmias. Procure um endocrinologista!

Patricia disse...

Ola...
Tenho hipotireoidismo desde dos doze anos de idade,desde que descobri a doença tomava puran t4 de 50mg.Passado o tempo mesmo tomando o remédio essa tireoide aumentou.Fui ao médico e apos tdos os exames fui submetida a cirurgia total da tireóide ja faz quase um ano que fui operada.Hoje tomo puran de 100mg fiz exames e minha tireóide esta normal.Gostaria de saber se depois que fiz a cirurgia posso mesmo assim ter dificuldade de engravidar....
obrigado....

Luciana Novellino Pereira disse...

Patricia,
O importante para engravidar é ter os hormônios controlados, quer dizer, o TSH nos níveis normais, juntamente com o T4l. Se você estiver fazendo a reposição com o acompanhamento com o endocrinologista, significa que seu corpo está em condições boas para uma gestação. Mas o acompanhamento médico é fundamental para isso! Às vezes o nível hormonal varia um pouco e necessita de um ajuste, por isso é tão importante ir regularmente ao seu médico. Boa sorte!

HMS disse...

Bom dia.... Foi muito bom encontrar este blogger pois estou cheia de dúvidas!! Fiz um exame Beta e deu positivo e por não saber como proceder parei de tomar o Puran 75mg que tomo normalmente. Fiquei 5 dias sem tomar antes de falar com minha endócrino. Ela me disse pra voltar imediatamente o tratamento e fazer uns exames. Como ainda não fiz uma nova consulta nem os exames gostaria de saber se existe algum risco à gravidez devido esses dias que o tratamento foi interrompido.
Desde já agradeço...

Luciana Novellino Pereira disse...

HMS,
Se foram apenas 5 dias de interrupção, pode não haver problemas, mas faça todos os exames que seu médico pedir. O hormônio tireoideano é extremamente importante para o desenvolvimento do bebê, e a dose muitas vezes é até aumentada. Acompanhe esse caso com seu médico.

Cris disse...

Ola. Estou mto aflita e queria sua ajuda. Tentei engravidar por 9 meses e passei por 3 ginecos q nao me pediram exame de T4/TSH. Qdo descobri q estava gravida ja tinha 2 meses e so com 5 meses vi que estava com hipotiroidismo (TSH = 5,2 e T4L normal). Meu filho nasceu bem e no teste do pezinho nao deu hipotiroidismo. Agora com 12 meses esta com TSH = 7,3 e T4L normal. Ele tem um certo atraso global, pois nao anda, nao fala nem mamae e nao engatinha. Faz fisio pra estimular, ha 2 meses. Ja se senta sozinha, fica de 4 e de joelhos. Meu filho pode ter algum retardo mental por nao ter sido tratado antes?

Luciana Novellino Pereira disse...

Cris,
Acho que voc precisa de orientacao de um endocrinologista experiente. Voce precisa de indicacao? Se quiser mande seu e-mail e entro em contato.

Luciana.

Anônimo disse...

ola amei o documentario,desde ja agradeço ,comecei a chorar ,porque minha filha de 21 anos,tem ja uma menina de 4 anos ,se encontra gravida ,na troca de anticoncepcional,mais tudo bem !!!! ela esta com hipotiroidismo ,descoberto agora ,ia começar o seu pre-natal no hospital alexandre fleming ,em marechal hermes ,rj,so que o hospital encaminhou para para o hospital de acari,acredito eu que seja um hospital que irá acolher minha filha para o tratamento gravidez de alto risco ,que DEUS ajude a minha filha e o meu netinho que aindaé um anjinho ,obrigada por tudo fique com DEUS, por essa materia maravilhosa ,bjos

Jaqueline disse...

Descobri recentemente que estou com hipertireoidismo e o clinico receitou tapazol até eu ir ao endocrino mas estou amamentando e na bula diz que não pode tomar. Será que terei que parar de amamentar para iniciar um tratamento? O hipertireoidismo pode ter sido causado pela gestação? Antes eu não tinha. Meu bebe tem 7 meses e não gostaria de parar de amamentar.
Obrigada,
Jaqueline.

Luciana Novellino Pereira disse...

Jaqueline,
O hipertireoidismo pode ter se desenvolvido por causa da gravidez. Você precisa de uma consulta urgente com um endócrino ou com o seu ginecologista e obstetra. Peça orientação a ele até que consiga ir ao endocrinologista.

Evanilda disse...

tenho hiportireodismo quero engravidar, Qual Médico Devo procurar para o Tratamento ?

Anônimo disse...

Olá!!! Tenho uma dúvida também... Estou grávida (9 semanas) e apresento hipertireoidismo... Segundo a endocrinologista não preciso de medicação, já que é necessário analisar as taxas de T3 e T4 (que estão normais) e devo voltar a fazer exame apenas no próximo mês... Será que não preciso mesmo de medicação? Estou bastante preocupada! Obrigada pela atenção!

Luciana Novellino Pereira disse...

Bom, você disse que seus exames estão normais, certo? Então realmente deve acompanhar mensalmente os níveis hormonais, e desde que permaneçam normais, e você assintomática, pode continuar com essa conduta. Lembre-se de dizer à sua endócrino qualquer sintoma que tenha, pois pode ser consequente à alteração desses hormônios. Não fique angustiada, problemas tireoidianos são comuns e se bem acompanhados não geram problemas.

Anônimo disse...

Muito obrigada, Juliana!

Na verdade, fico preocupada pois a taxa de TSH está em 0,013... Segundo a endocrinologista não é preocupante pois T3 e T4 não estão alterados... Mesmo assim, tenho lido que é necessário medicar hipertireoidismo na gravidez para evitar problemas para o bebê, mas, segundo ela, não é preciso medicação... Fico bem em dúvida, ainda mais sendo mãe de primeira viagem! Hehehe!

Obrigada pela atenção!!!

Anônimo disse...

Olá, estou de 11 semanas de gestação e a 10 anos trato meu hipotiroidismo com Eutirox. Assim que descobri a gravidez fiz os exames (aproximadamente 8 semanas gestação) e estavam controlados. A partir de agora minha endocrina irá acompanhar meus exames mensalmente. Minha dúvida é, se ouver alteração dos hormonios entre um exame e outro, ou seja, por uma ou duas semanas, eu ficar com a dosagem desregulada, meu bebê corre algum risco?? As alterações desses hormonios costumam acontecer de forma brusca??? Tô preocupada!!!

Luciana Novellino Pereira disse...

Olá,
Quando a mulher com hipotireoidismo engravida, o endocrinologista que a acompanha aumenta a dose imediatamente (até 50% a mais), dando uma margem segura para que não falte hormônio para o bebê. Assim, dificilmente seus níveis hormonais ficarão abaixo do normal.

Luciana Novellino Pereira disse...

Evanilda,
Deve procurar um endocrinologista para verificar se seus niveis hormonais estão equilibrados, e o ginecologista.
Boa sorte,

Jonathan L. disse...

Olá ,
Estou preocupado, pois minha mãe descobriu que estava com hipotireoidismo só agora quase no quarto mês de gestação, ela começou fazer um tratamento só agora no quarto mes, isso pode ter trazido complicações ao bebê ??, agora ainda é tempo de tratar ou muito tarde pro desenvolvimento do bebê ??
abç jonathan.

Luciana Novellino Pereira disse...

Jonathan,
Os primeiros 3 meses são os mais críticos no desenvolvimento do bebê. Mas tudo depende dos níveis hormonais da sua mãe.

katia disse...

Estou AMAMENTANDO e descobri que estou com nodulo e hipotireoidismo e minha medica me recomendou ir a um endocrino mas ainda nao fui quero saber se causa problemas para o bebe o fato de estar sem tratamento...

Rose disse...

Oi Luciana
Em 2003 tirei um bócio da tiroide, mas não precisei ficar tomando remédio, em agosto de 2011 engravidei
então em outubro alterou meus hormonios tive de tomar puran comecei com 25mg e fui para 38mg acompanhada pelo endocrinologista, o Dr me deu alta na 35 semana de gestação, queria me ver só apos o nascimento de meu filho,mas mandou permanecer com o remédio. Infelizmente na 37 semana de gestação tive um descolamento de placenta e perdi meu bebe. Será que o remédio levotiroxima tem algo a ver com isso? Ou a doença oxilou aí deu o descolamento da placenta? Comecei a tomar os remédios após o quarto mês de gestação , será que influiu no desenvolvimento mental de meu bebe, ter tomado só após o terceiro mês onde fui diagnosticada com hipertiroidismo?Aliás não sei se é hipo eou hiper apenas sei que o meu remédio e levotiroxina 38mg para reposição hormonal.
Será que foi a doença que fez dar descolamento de placenta?
Preciso saber , para depois tentar novamente.
Obrigada
Rose

Anônimo disse...

Oi Luciana
Perdi meu bebe com 37 semanas de gestação, era acompanhada pelo endocrinologista, tomava o levotiroxina 38mg, o Dr já tinha me dado alta disse que estava tudo bem, queria me ver só apos o parto, mas tive um descolamento de placenta e perdi meu bebe. Será que DPP tem a ver com a doença ou com o remédio?
Comecei a tomar no quarto mes de gestação , isso influi no desenvolvimento do bebe?
Obrigada
Rose

Luciana Novellino Pereira disse...

Katia,
Seu bebê fez o teste do pezinho e deu tudo certo? De qualquer forma, você deve sim procurar seu endocrino logo, não deixe o tempo passar.

Naty Ferreira disse...

Estou grávida de 13 semanas e 5 dias
e eu tenho tireoide desde de 2009,mais ela deu uma alterada depois que engravidei,o T4 normal é de 0,34 a 1,24 e o meu esta 0,85/e o TSH normal é de 0,34 a 5,60 e o meu esta 7,11,isso afeta minha gestação?

Luciana Novellino Pereira disse...

Naty, seu TSH está mais alto que o ideal, vá a um endocrinologista o mais rápido possível. Quem tem disfunção da tireóide como você precisa acompanhar com o endocrinologista a gestação inteira.

Blog de Reeducação alimentar disse...

OI lU tUDO BEM?
engravidei, estou de 5 semanas e tenho hipotiroidismo tomava sintroi 25 mg e passei a tomar 50 mg depois que soube da gravidez.. mas estou preocupada.. amnha farei o exame de sangue do tsh e t4.. queria saber se eles se eles mudam rapidamnete? e de meu bebe cooree algum risco.. meu endo marcou consulta para dia 16 de maio, mas assim q tiver os resultados do exame ligarei para ele obrigada pela sua atenção

dani

Luciana Novellino Pereira disse...

Dani,
Primeiro, parabéns! O aumento da dose do Syntroid foi correto, deve ter sido prescrito pelo seu médico, certo? O TSH só muda no exame após a mudança da dose do remédio em 6 semanas, antes disso qualquer alteração não é tão confiável. Assim que tiver os resultados ligue mesmo para seu médico.